Sobre

Encontrou-se desde cedo no mundo dos tecidos, linhas e máquinas de costura. Desenha, pinta (o 7) e borda. Gosta de balançar o esqueleto e cantarolar músicas antigas. Poetista por teimosia. Ama o universo retrô/vintage, rock, gatos, plantas, astronomia. Tem blog desde 2012, mas como vive em constante metamorfose ambulante, recomeça sempre que sente vontade de transbordar. Sonha em criar moda nos bastidores da vida. Está sempre com batom vermelho e ama estampas de bolinhas. Cor preferida? Laranja. Acredita ser a cor da sua aura. Valoriza as coisas simples (incluindo as comidas). Ama filmes clichê, aqueles que passam na Sessão da Tarde (De Repente 30 ♡ forever), mas vez e outra se encanta com um filme cult (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é meu preferido). Curte demais fazer trabalhos manuais e está descobrindo uma conexão ímpar com as plantas, assim começando um pequeno e simples jardim no quintal. Ama se maquiar e mudar o corte do cabelo (desde pixie a repicado poderoso). Já foi muito infeliz com a auto estima, mas hoje busca diariamente o empoderamento, e tem estado cada vez mais feliz sendo quem é. Muito fã de Frida Kahlo, Coco Chanel e Lady Gaga (todas feministas), assim cresceu cercada de referências (tenho também uma mãe e uma avó muito resilientes e donas de si), mas vem desconstruindo os conceitos distorcidos a cada dia, com a ajuda de amigas queridas. Cristã (portanto assim não é permitido julgar os outros) , respeita toda forma de amor.